Foto: Sem Van Der Wal / ANP / AFP

A Anistia Internacional publicou nesta segunda-feira (16), um balanço sobre a repressão aos protestos ocorridos no Irã entre 15 e 18 de novembro. Segundo a organização, ao menos 304 pessoas morreram devido às repressões.

“As autoridades iranianas continuam com sua repressão após as manifestações em todo o país que começaram em 15 de novembro, prendendo milhares de manifestantes, jornalistas, defensores de direitos humanos e estudantes para impedir que digam o que pensam dessa repressão implacável”, informou a ONG.

O relatório da Anistia Internacional aponta que “autoridades iranianas, quase imediatamente após o massacre de centenas de pessoas lançaram uma repressão em larga escala para estabelecer o medo de falar abertamente do que aconteceu”.