Fotos: Andressa Ramos

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado (FCDL-RS) estima que as vendas de Natal podem gerar uma alta de 5,5%, quando comparadas a 2018, já que a inflação está controlada, os juros estão baixos e os saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) estimulam os negócios. 

Outro fator que influencia o comércio é a Black Friday, marcada para esta sexta-feira (29). A Black Friday é conhecida por realizar promoções e incentivar as vendas. A proximidade da data com o Natal é um benefício, já que o clima natalino perpetua a prática de presentear familiares e entes queridos. 

“O mercado ainda está instável, acontecem coisas do dia para a noite. Mas a expectativa para o final de ano é muito boa. Os saques do FGTS ajudam”, afirmou o presidente da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV). 

Compartilhe