Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, é alvo de uma investigação a respeito de um suposto esquema que desviava verbas do fundo eleitoral de candidaturas femininas do Partido Social Liberal (PSL) de Minas Gerais e participou nesta quarta-feira (20) de uma audiência pública da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. 

Na reunião, o ministro respondeu às perguntas dos deputados e negou a existência de um esquema e sobretudo, seu envolvimento nele. Álvaro Antônio afirmou que é vítima de um processo policial injusto e implacável. 

“É um inquérito de 6.600 páginas, onde houve mais de 80 pessoas ouvidas, busca e apreensão de celulares e HDs do partido. É uma investigação implacável por parte das autoridades policiais de Minas, e estou muito feliz de dizer que não há nada que diretamente aponte qualquer ilícito ou procedimento inadequado da minha parte”, afirmou o ministro. 

 

Compartilhe