HUGO BARRETO/METRÓPOLES

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), que investiga as fake news, isto é, notícias falsas nas redes sociais e assédio virtual, irá ouvir na tarde desta quarta-feira (30), o depoimento do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP).

A deputada Luizianne Lins (PT-CE) convidou Frota à depor pois, segundo ela, o deputado possui experiência com ativismo político digital e produção de conteúdo político na internet. Frota foi eleito em 2018 para seu primeiro mandato como deputado federal, filiado ao PSL, mas foi expulso da sigla em agosto por críticas ao presidente Jair Bolsonaro, e acabou filiando-se ao PSDB. 

A CPMI é composta por 15 senadores e 15 deputados e terá 180 dias para investigar se, durante as eleições, houve a criação deliberada de perfis falsos e ataques online que pudessem influenciar o resultado das eleições.