Agustin Marcarian/Reuters

O primeiro turno das eleições da Argentina ocorreu neste domingo (27) e o resultado foi decisivo. A chapa de Alberto Fernández e Cristina Kirchner venceu, derrotando o atual presidente Mauricio Macri. 

Na Argentina, se o candidato obtiver mais de 45% dos votos no primeiro turno, a vitória é garantida. Com 97,4% das urnas apuradas, Fernández possuia 48% dos votos e Macri, 40%. Os desafios do mandato são inúmeros. Para parte do país, a volta do peronismo de Kirchner é um problema. 

“Hoje Alberto é presidente de todos os argentinos e tem uma imensa tarefa e responsabilidade pela frente, uma tarefa ciclópica, que exigirá esforços inimagináveis, um país arrasado, muito além do marketing, uma tarefa muito difícil que exigirá a ajuda de todos argentinos, quem votou e quem também não votou “, afirmou Kirchner. 

Compartilhe