CARLOS MOURA/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, solicitou nesta quinta-feira (3), um pedido para a Procuradoria-Geral da República (PGR) analisar possíveis desvios de conduta de membros do Ministério Público. 

O pedido do STF demanda a verificação das mensagens trocadas entre procuradores da Lava Jato e o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro no Telegram, que foram obtidas por hackers e divulgadas pelo The Intercept. 

Augusto Aras, procurador-geral da República, informou que as mensagens não podem anular as sentenças da Lava Jato, mas podem ser utilizadas como base para procedimentos no Conselho Superior do Ministério Público. 

Compartilhe