ADRIANO MACHADO/REUTERS

O vice-presidente Hamilton Mourão viajará para Londres, no Reino Unido, no dia 7 de setembro. A pedido do presidente Jair Bolsonaro, ele intermediará os entendimentos comerciais entre o Brasil e o Reino Unido, com o novo governo. Para o vice-presidente, a saída do Reino Unido do bloco da União Europeia pode oferecer excelentes oportunidades para o comércio exterior brasileiro.

O ex-ministro do Exterior britânico, Boris Johnson foi eleito como sucessor da premiê Theresa May na liderança do Partido Conservador e, por consequência, assumiu a chefia do governo do país. Durante a campanha, Johnson prometeu obter sucesso nos pontos em que May falhou e levar o Reino Unido para fora da União Europeia (UE) em 31 de outubro, com ou sem acordo.

Mourão acredita, também, que é preciso manter as relações comerciais com a Argentina, independentemente de quem esteja no governo. Ele disse que gostaria que o presidente Mauricio Macri permanecesse no cargo, embora o cenário político argentino tenha indícios fortes de uma vitória do advogado Alberto Fernandez, apoiado pela ex-presidente Cristina Kirchner, nas eleições de 27 de outubro. Mourão lembrou que a Argentina é o terceiro parceiro comercial do Brasil.

Compartilhe