Divulgação/Brasil Escola

O Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e operado pelo Banco do Brasil, já permitiu o acesso à R$4,1 bilhões em recursos para empreendedores e produtores do Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. 

A maior parte dos recursos do FCO foram destinados à atividades rurais na região. As operações foram prioritariamente voltadas a atividades de pequeno e médio porte, por gerarem emprego e renda. 

O estado que mais contratou recursos em 2019 foi o Goiás, que obteve R$ 1,5 bilhão. Em seguida, Mato Grosso recebeu R$ 1,2 bilhão. Já o Mato Grosso do Sul recebeu R$ 874,9 milhões e o Distrito Federal, R$ 359,5 milhões.