Roque de Sá/Agência Senado

Após a aprovação do Senado, nesta quarta-feira (2), da Medida Provisória da Liberdade Econômica, o texto segue para sanção presidencial sem o trecho que trata do trabalho aos domingos e feriados. 

A MP em questão extingue a necessidade de alvarás para ações de baixo risco, tais quais pequenos comerciantes e prestadores de serviços. Também altera o sistema de carteiras de trabalho, que passam a ser digitais. 

“É um texto que vai gerar impacto muito grande para a economia. Mais de 3,7 de empregos, mais de 7% no crescimento do PIB. São números importantes, necessários, que vão ajudar a retomada da economia no Brasil”, disse o secretário especial de Desburocratização do Ministério da Economia, Paulo Uebel. 

Compartilhe