Divulgação/Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde divulgou, nesta quinta-feira (25), a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel). Os dados revelam que a quantidade de pessoas obesas no país aumentou 67,8% entre 2006 e 2018. 

Em 2006 o índice era de 11,8% e em 2018 chegou à 19,8%. Desde 2015 a taxa de obesidade se manteve em 18,9%, mas aumentou nos últimos três anos. Os estudos mostram que o crescimento da obesidade foi maior entre pessoas de 25 a 34 anos (84,2%) e de 35 a 44 anos (81,1%). 

Outros dados divulgados revelam que em questão de excesso de peso, 55,7% da população brasileira se encaixa nesse quadro. Em 2006, 42,6% das pessoas apresentavam excesso de peso.