Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O juiz da 13ª Vara Federal do Paraná, Luiz Antonio Bonat, aceitou a denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF) e decidiu tornar réu o presidente nacional do MDB e ex-senador Romero Jucá, por lavagem de dinheiro e corrupção.

Segundo a acusação, ele teria recebido pelo menos R$1 milhão em 2010 por meio de esquema da Transpetro, subsidiária da Petrobras, em negócios com a Galvão Engenharia. Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro também virou réu, mas fez acordo de delação premiada.

“Presentes indícios suficientes de autoria e materialidade, evidenciada a justa causa, recebo a denúncia contra José Sérgio de Oliveira Machado e Romero Jucá Filho”, escreveu o juiz.