Clarice Castro

O Ministério da Saúde rompeu, ao longo das últimas três semanas, Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDPs) com 7 laboratórios públicos que produzem remédios para o Sistema Único de Saúde (SUS), distribuídos gratuitamente. 

O rompimento dessas parcerias suspendeu a fabricação de 19 medicamentos, utilizados nos tratamentos de câncer, diabetes e transplantados, que agora serão exclusivamente da iniciativa privada. 

O Ministério da Saúde afirmou que a medida “não gera risco de desabastecimento para a população” e que a fase atual “permite que os laboratórios apresentem medidas para reestruturar o cronograma de atividades”.