Spread the love

Durante viagem à Argentina, acompanhando o presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou (6) que espera fechar o acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia em três a quatro semanas.
No entanto, na sexta-feira (7), a União Europeia, por meio de sua Comissária de Comércio, Cecilia Malmstrom, alertou que “ainda há trabalho a ser feito no nível técnico”. Cecilia afirmou ainda que os dois lados seguem em contato, mesmo sem existir uma data definida para uma nova reunião. Os obstáculos recentes estão sendo as reivindicações europeias em assuntos como veículos ou autopeças, indicações geográficas, serviços marítimos e laticínios.
Segundo o governo argentino a intenção de Bolsonaro e Macri é avançar no acordo com os europeus durante uma reunião técnica que será realizada em Bruxelas nos dias 27 e 28 de junho. Este encontro é paralelo à reunião de cúpula dos países do G-20, no Japão, nos dias 28 e 29, na qual Bolsonaro e Paulo Guedes pretendem terminar de fechar os detalhes políticos que não tiverem sido acertados na reunião de Bruxelas.