De acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MME), em pouco tempo os brasileiros terão mais um motivo para comemorar: o crescimento do biocombustível na matriz energética com a previsão de conclusão, nos próximos dois meses, dos testes para adição do chamado B11 – adição de 11% de biodiesel ao óleo diesel. Este novo percentual proporcionará ao país uma economia de quase R$ 1,3 bilhão ao ano com a redução na importação de 600 milhões de litros de óleo diesel.

O MME também ressaltou, que a implantação da mistura B11 será feita após estudos de curta duração sobre aditivação do biodiesel no Instituto Nacional de Tecnologia (INT). Os resultados desses estudos serão analisados e atestados pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, instituição independente, garantindo a melhor governança e qualidade na integração dos biocombustíveis na matriz energética e de transporte no Brasil.  Isso deve ser concluído nos próximos dois meses.