O governo pode anunciar nova meta fiscal para 2017 e 2018 e medidas para conter gasto com servidores públicos.

Destaques da agenda do dia

1. O ex-presidente Lula participa de ato político em Guarulhos (SP).

2. Termina o período de consulta pública sobre propostas de aprimoramento do marco legal do setor elétrico.

3. O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, participam de evento da Volkswagen para anúncio de investimentos.

4. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, se reúne por videoconferência com a ministra Grace Mendonça, da Advocacia-Geral da União, e o presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Murilo Portugal, para discutir a perda de dinheiro dos poupadores com planos econômicos instituídos nas décadas de 80 e 90. O diretor de Relacionamento Institucional do BC, Isaac Sidney, participa a partir de Brasília. À tarde, Ilan Goldfajn tem reunião com executivos da Coca-Cola Femsa Brasil. Às 19 horas, ele recebe o Prêmio Economista do Ano, durante a cerimônia de entrega do XXXVIII Prêmio Economista do Ano, promovido pela Ordem dos Economistas do Brasil (OEB).

5. O presidente do BDNES, Paulo Rabello de Castro, faz palestra na Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

6. O procurador da Operação Lava-Jato Carlos Fernando dos Santos Lima participa do painel “As investigações anticorrupção do Ministério Público Federal” na Câmara Americana de Comércio (AmCham).