1. Os ministros Bruno Araújo (PSDB, Cidades), Mendonça Filho (DEM, Educação) e Fernando Bezerra Filho (PSB, Minas e Energia) foram exonerados hoje para participar da votação da Reforma Trabalhista na Câmara.

2. O senador Paulo Paim (PT-RS) foi escolhido para presidir a CPI da Previdência. O vice-presidente será Telmário Mota (PTB-RR) e o relator será Hélio José (PDMB-DF). O objetivo da CPI é investigar a situação financeira da Previdência Social.
3. A CCJ do Senado aprovou o relatório de Randolfe Rodrigues (Rede-AP) sobre a PEC 10/2013, que extingue o foro privilegiado e pedido de calendário especial para votação da matéria no Plenário. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), colocou para votação o projeto que trata dos crimes de abuso de autoridade (PLS 85/2017). Com respaldo das principais lideranças da base aliada e da oposição, o plenário do Senado aprovou o projeto, foram 54 votos a favor e 19 contra. A proposta segue para discussão na Câmara.

4. Em abril, o presidente Michel Temer alcançou a maior taxa de rejeição do seu governo, com 87%, segundo pesquisa Ipsos. Comparando o número atual de reprovação do peemedebista com o de março, percebe-se uma elevação de nove pontos percentuais neste quesito (de 78% para 87%).
5. O Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos pediu ajuda ao Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto para fechar os dois principais aeroportos do país, o Aeroporto de Guarulhos, e o de Congonhas, na sexta-feira, quando está marcada greve geral.

Com informações da Folha e O Globo.