A crise da carne está contida. Hong Kong, o segundo maior comprador de carne brasileira em 2016, reabriu seu mercado para as carnes brasileiras. Manteve restrições somente para os frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca. O Ministro da Agricultura, Blairo Maggi afirmou que embora a crise tenha alcançado uma proporção maior do que a esperada a produção não foi interrompida. Agora o que foi produzido será escoado normalmente.

Hoje Maggi reuniu-se com o comissário europeu da Saúde e da Segurança Alimentar, Vytenis Andriukaitis, que já tinha visita marcada ao Brasil e passou a tratar dos problemas relativos à Operação Carne Fraca.

Terceirização, abuso de autoridade e julgamento da chapa Dilma-Temer

A imprensa divulgou a decisão do presidente Michel Temer de sancionar a lei da terceirização na versão mais dura, apoiada pelo empresários, ao invés de abrandar a proposta com vetos e complementar com o texto que esta sendo proposto no Senado.

Ainda no Senado o procurador geral da República, Rodrigo Janot, entregou ao presidente da casa, Eunício Oliveira, uma proposta para a lei de abuso de autoridade. Veja o que Janot disse à imprensa:

E nas alegações finais o PSDB, que entrou originalmente com o pedido de cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), acusa a ex-presidente Dilma Rousseff e isenta Michel Temer de qualquer ilícito relacionado às eleições de 2014.

“Ao cabo da instrução destes processos não se constatou em nenhum momento o envolvimento do segundo representado em qualquer prática ilícita. Já em relação à primeira representada, há comprovação cabal de sua responsabilidade pelos abusos ocorridos”, afirma trecho do texto.

No entanto o relator do processo, ministro Herman Benjamin, está inclinado à dar parecer favorável à cassação no julgamento que pode ter início ainda em abril. A equipe de Temer já começa a traçar uma estratégia para arrastar com recursos o desfecho do julgamento para 2018.