Preso em São Paulo desde o dia 24 de junho alvo da “Operação Custo Brasil”, o ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira, não teria pego propina da Petrobras apenas para abastecer o caixa do partido, segundo os investigadores da força-tarefa que detalharam o esquema de corrupção foco da 31ª fase da Lava-Jato. O petista financiou escolas de samba de Porto Alegre e blogs. Em troca, matérias elogiosas a sua atuação no universo do carnaval e homenagens. “O Rei do carnaval”, conforme ficou conhecido o ex-deputado, foi até enredo de escola de samba na capital gaúcha. Na Operação Abismo, realizada nesta segunda-feira pela Polícia Federal , ele teve prisão preventiva decretada pela segunda vez. (O Globo)

Governo pretende arrecadar até R$ 30 bilhões com privatizações

Na busca de reduzir o rombo das contas públicas no próximo ano, a equipe do ministro Henrique Meirelles (Fazenda) calcula que o futuro programa de privatizações e concessões do governo Temer irá render entre R$ 20 bilhões e R$ 30 bilhões ao caixa do Tesouro Nacional em 2017. A equipe econômica definiu como objetivo fechar o próximo ano com um deficit primário menor do que o de 2016, que pode ficar em até R$ 170,5 bilhões. E que, em 2018, ele seja ainda mais baixo do que o de 2017. (Folha)

Mais de 1.000 empresas pediram falência no primeiro semestre

De janeiro a junho um contingente de 1.098 empresas quebraram no Brasil sob os impactos da crise que assola a economia, revela levantamento da Boa Vista SCPC – Serviço Central de Proteção ao Crédito. O número representa um aumento de 26,5% sobre o total de empresas que pediram falência no primeiro semestre do ano passado. Só em junho a Boa Vista registrou aumento de 20,2% na quebradeira de empresas comparativamente a maio e crescimento de 22,8% na comparação com o mesmo mês de 2015. (Estadão)