Início Economia Deflação e a briga das projeções

Deflação e a briga das projeções

Deflação foi maior do que se esperava

Concessões federais sobem e chegam a R$ 9,2 bilhões em 2020

Por Theodora Assis

O mercado esperava uma deflação de -0,76% no IPC-S. Os mais otimistas esperavam -1,12%. O resultado foi uma deflação de -1,19%, melhor que a mais otimista das projeções de mercado. Cinco dos 8 tipos de despesa registraram decréscimo em suas taxas de variação.

A questão que fica para ser esclarecida é se os analistas previam mesmo uma inflação maior ou desejavam uma inflação maior. O que fica como certeza é que mercado , projeções, pesquisas e desejos se misturam quando se tenta adivinhar o futuro.