Governador de Minas Gerais, Romeu Zema busca reeleição no pleito deste ano. Foto: reprodução/assessoria de imprensa

O governador Romeu Zema (Novo) tem 46% das intenções de voto e lidera a disputa pelo Palácio da Liberdade, apontou a pesquisa Exame/Ideia Big Data divulgada nesta quinta-feira (07). Com 25%, o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) aparece na segunda posição. O deputado federal Marcus Pestana (PSDB) registra 6%. E o senador Carlos Viana (PL) soma 5%. Os demais candidatos contabilizam 6%. Brancos, nulos e indecisos atingem 13%.

Apesar da folgada vantagem de Zema, que possui 21 pontos percentuais a mais que Kalil, temos uma indefinição se a disputa em Minas Gerais (MG) terá um ou dois turnos. Neste momento, Zema registra 52,77% dos votos válidos. Porém, como a margem de erro da sondagem é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, não é possível afirmar se a eleição terá um ou dois turnos.

Num eventual segundo turno, Zema venceria Kalil por 55% a 31%. Brancos, nulos e indecisos somam 14%.

Segundo o Ideia Big Data, observamos uma sucessão nacional acirrada em MG. O ex-presidente Lula (PT) lidera com 41% das intenções de voto. O presidente Jair Bolsonaro (PL) está em segundo lugar com 35%. Conforme podemos observar, a vantagem de Lula sobre Bolsonaro no estado pêndulo – sempre quem se elege presidente, vence em MG – é de que apenas seis pontos. Aplicando a margem de erro, Lula e Bolsonaro podem estar tecnicamente empatados.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) registra 7%. E a senadora Simone Tebet (MDB) tem 3%. Brancos, nulos e indecisos somam 4,9%. Brancos, nulos e indecisos atingem 10%.

Num eventual segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 50% a 44%. Porém, no limite da margem de erro, o ex-presidente e o presidente podem estar tecnicamente empatados. Brancos, nulos e indecisos somam 6%.