Início Infraestrutura Ministro da Infraestrutura apresenta 7ª Rodada de leilão de aeroportos a investidores...

Ministro da Infraestrutura apresenta 7ª Rodada de leilão de aeroportos a investidores europeus

Reuniões começam nesta segunda-feira (04) em Madri

Foto: Alan Santos/PR

O ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, encontra-se em viagem para mais uma apresentação do portfólio do programa de concessões tocado por sua pasta. Dessa vez, ele vai dar atenção especial ao bloco de 15 aeroportos que integram a 7ª Rodada de leilões do setor aeroportuário.

O roteiro do ministro começa nesta segunda-feira por Madri, onde ele se reúne com representantes de grupos como Aena, que administra os aeroportos de Maceió e Recife. Em seguida, será com a Acciona, que atua no metrô paulista, e com a Comsa Corporación, que trabalha em operações ferroviárias.

Nesta terça (05), na França, Marcelo Sampaio tem reuniões em Paris com grupos como a Egis e a Vinci Airports, que opera o aeroporto de Salvador (BA), entre outros.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou, em reunião de diretoria ocorrida no dia 7 de junho, a data 18 de agosto para a realização da 7ª Rodada, cuja estrela é o Aeroporto de Congonhas, na cidade de São Paulo. Serão 15 aeroportos nas capitais do Rio de Janeiro, São Paulo, Belém e Campo Grande, além de terminais localizados em cidades do interior de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Pará.

Mais de 40 milhões de usuários passam por esses aeroportos a cada ano, com o terminal de Congonhas encabeçando a lista. Essa rodada, destinada a leiloar os aeroportos administrados pela Infraero, será a penúltima. Ainda depende de definição o leilão dos aeroportos de Santos Dumont e do Galeão (RJ).

Mais 38 leilões 

No balanço que fez, na quinta-feira da semana passada (30), sobre o programa de concessão de ativos de infraestrutura tocados por seu ministério, Marcelo Sampaio afirmou que há previsão de leilão de mais 38 ativos do setor de transportes até o fim deste ano, além da assinatura de mais um contrato de renovação antecipada de ferrovia (Malha Regional Sul – MRS), inicialmente prevista para o mês que vem.

Os leilões de concessão previstos ainda para este ano vão assegurar investimentos de R$ 100 bilhões ao longo da vigência dos contratos. Sampaio destacou que em três anos e meio foram concedidos 84 ativos de infraestrutura de transportes, totalizando uma estimativa de R$ 99,4 bilhões em investimentos. Esses projetos prometem gerar 1,5 milhão de empregos ao longo da vigência dos contratos. 

Autor

  • Jornalista, formado pela UFMG, em 1973. Trabalhou em O Globo, Jornal do Brasil, Jornal de Brasília, Folha de S. Paulo, Assessoria de Imprensa do Ministério da Fazenda e sub-secretário de Imprensa e Divulgação da Presidência da República (1994 a 2003) e integrante da Assessoria Parlamentar da ANTT (2015-2021).