Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). Fotos: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini

O ex-governador Eduardo Leite (PSDB) lidera, com 29,5% das intenções de voto, a disputa pelo Palácio Piratini. É o que aponta a pesquisa do instituto Paraná divulgada hoje (4) no Rio Grande do Sul (RS). O segundo colocado é o ex-ministro Onyx Lorenzoni (PL), que registra 22,1%.

Em seguida, aparecem uma série de pré-candidatos embolados. O ex-deputado Beto Albuquerque (PSB) tem 7,6%. O senador Luiz Carlos Heinze (PP) soma 6,6%. O deputado estadual Edegar Pretto (PT) registra 5,3%. O vereador Pedro Ruas (PSOL) contabiliza 2,5%. O ex-deputado Vieira da Cunha (PDT) atinge 2,2%. O deputado estadual Gabriel Souza (MDB) atinge 2,1%. E o empresário Roberto Argenta (PSC) tem 1,2%. Brancos, nulos e indecisos somam 21%.

Na disputa pelo Senado, temos uma acirrada disputa entre a ex-senadora Ana Amélia Lemos (PSD) e o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (Republicanos). Ana Amélia aparece com 26,4%. Mourão tem 23,4%. Os dois estão tecnicamente empatados em função da margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

O ex-ministro Miguel Rossetto (PT) aparece com 10,6%. O senador Lasier Martins (Podemos) registra 8,7%. O ex-prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) tem 4,8%. E a vereadora Comandante Nádia (PP) atinge 3,8%. Brancos, nulos e indecisos somam 22,3%