Início Eleições Tebet quer recriar o Ministério do Planejamento e Orçamento

Tebet quer recriar o Ministério do Planejamento e Orçamento

O problema do Brasil é o mau uso do dinheiro público, segundo a pré-candidata

Simone Tebet, pré-candidata pelo MDB, foi a primeira convidada a apresentar suas propostas ao evento com lideranças empresariais em 2022. Desde 1994, a indústria apresenta suas prioridades para o desenvolvimento do Brasil aos postulantes ao Palácio do Planalto. As proposições construídas com a participação das 27 federações de indústrias e de 70 associações setoriais. Fotos: Iano Andrade / CNI

A pré-candidata do MDB, Simone Tebet, anunciou a criação de um Ministério do Planejamento e Orçamento caso seja eleita. Segundo Tebet, a reforma tributária e a reforma administrativa não bastam se não houver continuidade na administração dos recursos públicos. As declarações de Tebet ocorreram durante o Diálogo da Indústria com Presidenciáveis, promovido pela CNI nesta quarta-feira (29).

Para a senadora, o problema do Brasil é que “nós arrecadamos muito e arrecadamos mal, gastamos muito e gastamos mal” e que “dinheiro tem”. Ela afirmou que os governadores aceitam a reforma tributária e estão dispostos a dialogar. Para Tebet é imprescindível que a reforma não impeça a competitividade da indústria brasileira com as indústrias do mundo. Ela também defendeu que se tribute menos o consumo e onere menos a pessoa jurídica.

Tebet também disse que um dos objetivos de um eventual governo será trazer estabilidade política ao país, a ponto de fazer com que os efeitos da economia externa possam ser contidos internamente, levando a juros menores e à valorização da moeda brasileira.

Autor