Foto: reprodução/Agência Brasília

A celebração do Corpus Christi, que ocorre nesta quinta-feira (16), não é considerada feriado em todas as cidades do país. Trata-se de ponto facultativo, como é o Carnaval, embora algumas empresas deem folga a seus funcionários.

Os bancos estarão fechados nesta quinta-feira e voltarão a abrir na sexta-feira, segundo informou a Federação Brasileiros dos Bancos (Febraban). Contas como de energia e água, assim como faturas e outros vencimentos nesta quarta, poderão ser pagas na sexta-feira sem acréscimo de multa. Agências dos Correios permanecerão fechadas nesta quinta-feira, mas os deslocamentos das correspondências continuarão ocorrendo.

Na administração pública federal, em Brasília, a semana teve três dias. Além do feriado de Corpus Christi, portaria do ministro da Economia (Nº 5.407, do dia 13) estabeleceu que esta sexta-feira (17) será ponto facultativo. A portaria foi publicada no Diário Oficial do dia 14, terça-feira. O funcionamento das repartições públicas federais na cidade fica a critério da chefia de cada secção.

Após dois anos de suspensão em decorrência da pandemia, as comemorações do dia de Corpus Christi retornam à Esplanada dos Ministério, segundo informa a Arquidiocese de Brasília. A partir das 6h30, inicia-se a confecção do tradicional tapete por onde passará a tradicional procissão de Corpus Christi. Durante o dia estará em funcionamento a praça de alimentação com lanches e almoço no cardápio.

Segundo a Arquidiocese, a animação preparatória para a missa no palco instalado no gramado central da Esplanada começa às 16h. Às 16h45 a procissão de entrada do culto religioso com todo o clero de Brasília e o Arcebispo, Dom Paulo Cezar Costa.

O arcebispo fará sua primeira aparição pública desde que foi nomeado cardeal pelo papa Francisco I, no fim de maio. Ele está entre os 21 novos cardeais que serão criados no dia 27 de agosto, dos quais os primeiros do Paraguai e da Mongólia.

Dom Paulo Cezar Costa deixa a catedral às 17 h, seguindo em direção ao altar. Ao final missa, haverá a tradicional procissão com o mar de velas, que percorrerá a Esplanada. O novo cardeal deverá utilizar o veículo papa móvel que serviu ao papa João Paulo II, quando visitou Brasília há 42 anos (junho de 1980). Esses festejos acontecem em Brasília desde 1961. A partir de 1978, passaram a ser realizados na Esplanada dos Ministérios desde 1978.

Aeroporto e Rodoviária

O Aeroporto Internacional de Brasília estima que mais de 160 mil pessoas passarão pelo terminal nos próximos cinco dias.  De acordo com a concessionária Inframérica a expectativa é que o movimento do feriado prolongado seja 20% maior quando comparado com o registrado no ano passado.

A movimentação prevista para o período é de 1.341 pousos e decolagens. Para atender a demanda, seis voos extras foram adicionados à malha aérea do Distrito Federal.

Para o consórcio que administra o terminal rodoviário interestadual de Brasília, em torno de 14 mil pessoas devem deixar a cidade entre hoje (quarta e amanhã, quinta).

A expectativa é que 69 mil usuários passem pelo terminal até a próxima segunda-feira. Os destinos mais procurados são Goiânia, Belo Horizonte, Natal e São Paulo. Com o crescimento no número de passageiros, o consórcio aumentou o quadro de funcionários das áreas de operação, limpeza, manutenção e segurança no feriado prolongado.

Além dos usuários do terminal rodoviário grande número de pessoas deixarão a cidade de carro, dirigindo-se a pontos turísticos, hotéis fazenda e sítios nas proximidades da capital.

Autor

  • Jornalista, formado pela UFMG, em 1973. Trabalhou em O Globo, Jornal do Brasil, Jornal de Brasília, Folha de S. Paulo, Assessoria de Imprensa do Ministério da Fazenda e sub-secretário de Imprensa e Divulgação da Presidência da República (1994 a 2003) e integrante da Assessoria Parlamentar da ANTT (2015-2021).