Ministro da Economia, Paulo Roberto Nunes Guedes. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Em reunião, na tarde desta quinta-feira (2), o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos vai deliberar sobre o pedido do Ministério de Minas e Energia para incluir a Petrobras no PPI. A expectativa é de aprovação do pedido, o que significa ter a autorização para iniciar os estudos sobre a privatização. O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da economia, Paulo Guedes, participam da reunião.

Para privatizar a estatal também é necessária uma autorização legislativa. Por causa disso, o presidente da Câmara tem insistido no tema e chegou a afirmar, nesta semana, que um projeto de lei de maioria simples pode ser o instrumento para autorizar a operação. Após a reunião, nesta tarde, haverá coletiva de imprensa para tratar sobre o assunto.

Ao assumir o Ministério de Minas e Energia, Adolfo Sachsida declarou que a privatização da Petrobras seria a prioridade para ele como ministro. Em maio, ele se reuniu com Paulo Guedes para deliberar sobre o tema e Guedes garantiu que enviaria o requerimento de estudos sobre a desestatização à secretaria do PPI.

Autor

  • Editora-chefe na Arko Advice, desde fevereiro de 2022. Antes, atuou como repórter de política na CNN Brasil. Foi correspondente internacional em Nova Iorque pela Record TV. Atua em redação há 18 anos.