Foto: unsplash

O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, afirmou que é prevista para esta quinta-feira (19) a publicação de decreto que regulamenta o mercado de carbono no Brasil. O ministro classifica o decreto como passo importante para o ingresso na economia verde.

O decreto traz o conceito de crédito de metano, a possibilidade do registro da pegada de carbono de processos e atividades, o carbono de vegetação nativa e do carbono azul, correspondente às áreas marinhas e fluviais.

“Todas essas novidades representam um importante avanço na formação de instrumentos econômicos que possibilitem a monetização de ativos ambientais e a exportação de crédito de carbono para o mundo. Nasce hoje o mercado de carbono nacional, mas a sua maturidade virá com a aprovação do Projeto de Lei amplamente debatido pela sociedade no Congresso Nacional e com apoio do Governo Federal”, destacou Joaquim Leite.