Foto: Banco Central/Flickr

Servidores do Banco Central (BC) marcaram para esta terça-feira (22) uma assembleia geral para decidir se entram ou não em greve. A previsão é que a paralisação ocorra caso o governo federal não anuncie reajuste salarial de servidores federais em 19,9%, conforme reivindicação da categoria.

Desde a última quinta-feira (17),os servidores do BC fazem paralisações diárias, das 14h às 18h. O ato tem como objetivo solicitar reajuste salarial não só para os policiais federais, como prometido pelo presidente Jair Bolsonaro, mas também para o Banco Central. Eles também pedem a reformulação do plano de carreira de analistas e técnicos do BC.

O boletim Focus, que resume as estatísticas calculadas considerando as expectativas de mercado, é divulgado semanalmente toda segunda-feira, às 08h30, mas nesta segunda-feira (21) sofreu um atraso de uma hora e meia.

“O atraso de hoje na divulgação do boletim Focus tem a ver com nossa mobilização. Outras ocorrências poderão ser notadas nos próximos dias, mas não podemos ainda antecipar”, explicou o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Fábio Faiad.

Autor

  • Jornalista pela Universidade Católica de Brasília. Nascida em Brasília-DF, tem passagem como repórter na Rádio Senado. No site O Brasilianista cobre política e economia.