Senado Federal/Flickr

Crítico do projeto de lei da reforma do Imposto do Renda, o relator do projeto no Senado, Ângelo Coronel, ainda não tem previsão de quando a proposta será votada ou quando um novo relatório será publicado.

Em conversa com o O Brasilianista, Ângelo Coronel disse que tenta alinhar as divergências com a Câmara dos Deputados antes de prosseguir com a tramitação. “É um projeto polêmico. Precisamos estudar e ouvir para chegar a um acordo sobre os pontos conflitantes”, declarou.

Depois de ser aprovado na Câmara, o projeto está em um vai-e-vem no Senado. O senador chegou a dizer, no ano passado, que a matéria não merecia ser votada, mas voltou atrás em 2022. Numa sequência de mudanças de tom e discurso, o senador foi da promessa de levar ao plenário até a declaração de que se tratava de “uma das peças mais horríveis já tramitadas”.

O texto-base da reforma do Imposto de Renda, aprovado pela Câmara dos Deputados, em setembro do ano passado, muda algumas regras no tributo, incluindo aumento da faixa de isenção e alteração no desconto simplificado. No entanto, neste ano, essa reforma não tem nenhum impacto na vida do contribuinte que irá declarar o imposto de renda.

 

Autor

  • Jornalista pela Universidade Católica de Brasília. Nascida em Brasília-DF, tem passagem como repórter na Rádio Senado. No site O Brasilianista cobre política e economia.