O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O relator dos projetos que tratam sobre os combustíveis protocolou convite para que o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, preste informações sobre a distribuição de dividendos de “aproximadamente R$ 101 bilhões a acionistas da empresa estatal Petrobras, correspondente ao ano de 2021”, segundo o documento.

Além do presidente da estatal, o senador sugere ainda que sejam ouvidos Rosangela Buzanelli Torres, conselheira representante dos trabalhadores da Petrobras, e Rodrigo Araujo Alves, Diretor Executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores.

“A imprensa recentemente divulgou o lucro bilionário da Petrobras, que chegou a R$ 106 bilhões em 2021, um aumento de 1.400% em relação aos R$ 7,11 bilhões em 2020. Desse montante, aproximadamente R$ 101 bilhões teriam sido distribuídos a acionistas da empresa. Essa política de distribuição suscita questionamentos por parte da sociedade civil em justa cautela, sendo o povo brasileiro acionista majoritário da empresa”, destaca o parlamentar.

O convite é para as Comissões de Assuntos Econômicos e de Serviços e Infraestrutura. Ambos precisam ser votados e aprovados em cada colegiado, respectivamente, por maioria simples. Por ser convite, os citados não são obrigados a comparecer, mesmo que com o aval das comissões.

Autor

  • Jornalista pela Universidade Católica de Brasília. Nascida em Brasília-DF, tem passagem como repórter na Rádio Senado. No site O Brasilianista cobre política e economia.