Ex-ministro de Estado da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Foto: Anderson Riedel/PR

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou que não há manifestação contrária à privatização do Porto de Santos. Durante painel realizado pelo BTG Pactual nesta terça-feira (22), o ministro alegou que o brasileiro compreendeu a importância da desestatização e vislumbra o Porto de Santos como o maior do hemisfério sul.

“O brasileiro já entendeu a importância da desestatização, a importância de passar isso para a iniciativa privada. É um caminho sem volta e é isso que vai trazer eficiência para nós. A gente vai ver Santos se transformar no maior porto do hemisfério Sul”, declarou.

Rodovia 381

Ainda durante o evento do BTG Pactual, Tarcísio de Freitas afirmou que o Brasil precisa que a rodovia 381 seja concedida para salvar muitas vidas “Eu diria que o projeto dos projetos rodoviários de maior relevância social hoje. Então, nós vamos fazer dar certo”, declarou.

A expectativa é de que o leilão seja realizado ainda este ano.” A previsão é de que em agosto a gente consiga fazer o leilão, com aporte na cabeça, aumentando a rentabilidade para quem vai pegar um projeto tão importante”, avaliou.

Autor

  • Jornalista pela Universidade Católica de Brasília. Nascida em Brasília-DF, tem passagem como repórter na Rádio Senado. No site O Brasilianista cobre política e economia.