Foto: TSE/Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve divulgar novo diretor-geral nesta sexta-feira (18), após o general Fernando Azevedo comunicar que não irá assumir o cargo. Segundo a Corte, o militar comunicou a  decisão aos ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes nesta terça-feira (15).

“O general Fernando Azevedo comunicou aos ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes que, em virtude de questões pessoais de saúde e familiares, não ficará à frente da Diretoria-Geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na próxima gestão que inicia em 22 de fevereiro”, disse o TSE, em nota.

O anúncio de que Azevedo assumiria o cargo foi feito no final do ano passado. O general foi o primeiro ministro da Defesa do governo Bolsonaro, ocupou a pasta até março de 2021. Azevedo também foi assessor de Dias Toffoli na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF). 

O ministro Edson Fachin assume a presidência do tribunal no próximo dia 22, na cadeira do ministro Luís Roberto Barroso. Enquanto Alexandre de Moraes irá presidir o TSE a partir de agosto.

 

 

 

 

 

 

 

Autor