Escritório da XP Investimentos em São Paulo - 20/03/2019 | Foto: Gabriela Alves/VEJA.com

A XP anunciou nesta sexta-feira (7/1) que fez um acordo para comprar o Banco Modal. A compra será paga por meio da emissão de até 19,5 milhões novas ações da XP, equivalente a 35% do preço do banco nos últimos 30 dias. Com base no preço de US$ 27,09 (R$ 154,51) das ações no fechamento de quinta-feira (6), o volume da operação deve girar em torno de US$ 528.2 milhões (R$ 3,01 bilhões).

O Modal será incorporado por uma subsidiária da XP. Caso o banco não consiga as aprovações necessárias dos acionistas minoritários, o equivalente a 55,7% será adquirido dos acionistas controladores. De acordo com o comunicado divulgado, em setembro de 2021 as duas empresas juntas somavam 3,8 milhões de clientes ativos, em contraste com os 457 milhões dos cinco maiores bancos brasileiros.

Segundo a nota, as empresas vão ajudar a acelerar o “processo de disrupção que vem acontecendo na indústria financeira no Brasil, caracterizada por um alto potencial de crescimento e poucos players dominantes”, afirma o texto.

Ainda de acordo com a nota, o Modal usufruirá da infraestrutura e conhecimento da XP, mas continuará “independente e segregado”.


Cliente Arko fica sabendo primeiro