A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou, nesta segunda-feira (3), que os contratos feitos por distribuidores de combustíveis com produtores de biodiesel, pelo sistema desenvolvido pela agência – denominado SRD-Biodiesel – totalizaram 957 milhões de litros para o abastecimento no primeiro bimestre deste ano. O volume é cerca de 36% superior à demanda estimada de biodiesel para o período e objetiva o atendimento do percentual de mistura obrigatória ao óleo diesel.

A comercialização foi feita no novo modelo, implementado no dia 1º de janeiro, atendendo à Resolução nº 14/2020 do Conselho Nacional de Pesquisa Energética, e regulamentado pela Resolução ANP n° 857/2021. O novo modelo determina que os distribuidores contratem e comprem o produto diretamente dos produtores, em substituição aos leilões de biodiesel.