Ex-ministro da fazenda, Guido Mantega. Foto: Gustavo Bezerra

A Arko Advice conversou com fontes ligadas ao PT sobre a possibilidade do ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, liderar a equipe econômica da campanha presidencial de Lula.

A possibilidade ganhou destaque depois que Mantega escreveu, a pedido de Lula, um artigo no jornal “Folha de S. Paulo” sobre questões econômicas. O texto faz parte de uma série com a participação dos postulantes à Presidência da República.

As opiniões das diferentes fontes são parecidas. Embora Mantega esteja de fato assessorando Lula, o fato não significa que ele será Ministro da Economia, ou sequer irá integrar a equipe econômica em caso de vitória do ex-presidente.

Uma fonte graduada do Partido dos Trabalhadores afirmou à Arko que “a decisão de Lula parece mais um aceno interno, ao próprio PT, do que uma decisão do ex-presidente de incluir Mantega em sua equipe econômica. Ainda está cedo”.

Duas outras fontes têm percepção similar. Ambas acreditam que Mantega de fato participará do desenho econômico do plano de governo, mas acreditam que Lula, caso eleito, buscará outros nomes, dentro ou fora do partido, para liderar a equipe econômica.


Autor

  • Jornalista brasiliense formado pela Universidade de Brasília (UnB). Tem passagem como repórter pelo Correio Braziliense, Rádio CBN e Brasil61.com. No site O Brasilianista cobre economia e política.