Bolsonaro internado em hospital de São Paulo. Foto: Twitter/Jair Bolsonaro

A equipe médica do presidente Jair Bolsonaro descartou a necessidade de uma nova cirurgia. Internado desde a madrugada de segunda-feira (3/1), Bolsonaro reagiu bem aos medicamentos para obstrução intestinal. Apesar do avanço no quadro, ele segue sem previsão de alta.

Segundo boletim médico, divulgado na manhã desta terça-feira (4) pelo Hospital Vila Nova Star, a obstrução no intestino se desfez. “A evolução do paciente clínica e laboratorialmente segue satisfatória e será iniciada hoje uma dieta líquida”. Imagens postadas nas redes sociais de Bolsonaro e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, mostram o presidente sendo avaliado pela equipe médica e caminhando no hospital.

O boletim desta terça é assinado pelos médicos Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo, Leandro Echenique, Ricardo Camarinha, Antônio Antonietto e Pedro Loretti. Bolsonaro foi avaliado nesta manhã pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo, que chegou ao hospital por volta das 6h10.

Ele operou o presidente após a facada em setembro de 2018 e acompanha a evolução do caso desde então. O especialista estava nas Bahamas e aguardava um avião para voltar ao Brasil.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.