Superintendência da Receita Federal, em Brasília.

Segundo a Receita Federal, a arrecadação de impostos atingiu o valor de R$ 157,34 bilhões em novembro deste ano, tendo um acréscimo real (corrigido pelo IPCA) de 1,41% em relação a novembro de 2020. Entre janeiro a novembro de 2021, a arrecadação alcançou o valor de R$ 1.684.913.000.000,00 – R$ 1,6 trilhão –, representando um acréscimo real 18,13%. Esses resultados demonstram o melhor desempenho arrecadatório desde 2000 para o período.

O resultado pode ser explicado pelos recolhimentos extraordinários de, aproximadamente, R$ 39 bilhões do IRPJ/CSLL de janeiro a novembro de 2021 e pelos recolhimentos extraordinários de R$ 6,5 bilhões no mesmo período do ano anterior. Conjuntamente, as compensações cresceram 16% no período acumulado. É possível visualizar os principais fatores para o resultado no documento “Análise da arrecadação das receitas federais”.