Para o presidente da Frente Parlamentar da Segurança Pública, conhecida como “Bancada da Bala”, deputado Capitão Augusto (PL-SP), somente três candidatos estão na “prateleira de cima” da disputa pela Presidência da República: o presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-presidente Lula (PT) e o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro (Podemos).

“Todos os demais estão na prateleira de baixo. Doria, Ciro, Mandetta… Não os desmerecendo, mas eles não são personalidades nacionais, mas sim personalidades regionais”, defendeu, em entrevista para o programa Elite Parlamentar desta segunda (13).

Capitão Augusto teve papel importante na negociação para que Bolsonaro se filiasse ao Partido Liberal. Ele define a união como um “casamento perfeito” e lista alguns fatores foram decisivos na escolha: o tamanho potencial da bancada no Congresso, a capilaridade do PL para dar palanque a Bolsonaro regionalmente, o tempo de rádio e TV, a verba do Fundo Partidário e a possibilidade de que as divergências regionais fossem resolvidas pelo presidente do partido, Valdemar da Costa Neto.

Ele também fala sobre quem deverá ser o vice de Bolsonaro, sobre o candidato do partido para o governo de São Paulo e sobre o plano do presidente para se reconciliar com os policiais militares, que tem mostrado insatisfação com o governo.

Assista no Youtube: https://youtu.be/bIpCxO-ao1Q

Ouça também no Spotify: https://spoti.fi/3dNOtA8