Senadora Eliziane Gama (PPS-MA). Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Começa amanhã (30) o esforço concentrado no Senado Federal para a apreciação de autoridades. Além de André Mendonça, indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF), pendente de sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), outros 55 nomes também aguardam aprovação, incluindo aqueles que aguardam análise em outras comissões e no Plenário.

Na CCJ, são 10 sabatinas a serem realizadas no total. Na agenda oficial da comissão consta que a análise do nome de André Mendonça será realizada na quarta-feira (1º), às 9h. Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do colegiado, designou Eliziane Gama (Cidadania-MA) como relatora. A senadora é evangélica e disse que sua escolha mostra respeito à diversidade religiosa no Brasil. “Como relatora vou me pautar por informações e pela boa técnica legislativa, sem qualquer preconceito político, ideológico ou religioso”, declarou. Disse também que a fé professada por Mendonça não será o principal ponto da sabatina, mas sim o currículo do jurista.

Também está convocada sessão na CCJ para 9h de terça-feira (30) para analisar a PEC dos Precatórios. Em seguida, a partir das 14h, o colegiado segue para a análise de indicações, começando por Morgana de Almeida Richa, indicada para o Tribunal Superior do Trabalho (TST). Se o cronograma for seguido, às 17h serão analisados os indicados para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.