A plataforma de pagamentos do Banco Central (BC), Pix, foi vencedora da categoria inovação em pagamentos, Payment Innovation, na premiação Fintech & Regtech Global Awards 2021. 
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A partir de segunda-feira (29), as modalidades PIX Saque e Pix Troco estarão disponíveis para uso no sistema de pagamentos instantâneos. A novidade foi publicada nesta sexta-feira (26), pelo Banco Central.

Os estabelecimentos comerciais, empresas proprietárias de redes de autoatendimentos e instituições financeiras não ficam obrigadas a aderir a essas modalidades.

A nova resolução fixa limites de valores tanto para o Pix Saque quanto para o Pix Troco. Durante o dia será possível realizar transações até o valor R$500, e R$100, entre 20h e 6h, podendo variar de estabelecimento para estabelecimento.

Outra novidade é a tarifação. Para o comércio que optar por disponibilizar o serviço, cada operação resultará numa tarifa de R$ 0,25 a R$ 0,95. Já Pessoas físicas ou Microempreendedores Individuais (MEIs) continuam isentas de cobranças caso realizem até oito operações.

PIX Saque

O Pix Saque permitirá que os clientes de instituições participantes do sistema tenham, em um dos pontos de atendimento, a possibilidade de acessar aos recursos em espécie.

Nesse sentido, o cliente faria um Pix para o agente de saque a partir da leitura de um QR Code ou aplicativo do prestador de serviço.

PIX Troco

O saque de recursos nessa modalidade ocorre durante o pagamento de uma compra. Nesse caso, o Pix é feito pelo valor total (compra e saque). Essas informações ficarão registradas no extrato do cliente.