Senador Rodrigo Pacheco. Foto: Pedro França/Agência Senado

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (25/11), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou que não garante a votação da PEC dos Precatórios na próxima semana em Plenário, mas que vai se esforçar para conciliar interesses e viabilizar a pauta. Pacheco alegou que o período entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro é de “esforço concentrado” para as sabatinas, como a do ex-advogado-geral da União, André Mendonça.

“Não posso garantir. A PEC tem que cumprir a etapa da Comissão de Constituição e Justiça, o parecer já foi lido, houve pedido de vista. Precisa ser apreciada na CCJ”, explicou. “Finalizada na CCJ, vai a plenário e assim que chegar no plenário eu vou ter o senso de urgência em relação à PEC, porque ela precisa ser apreciada”.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.