Crédito: NIAID

A nova variante do coronavírus, detectada na África do Sul, em Botswana e Hong Kong, abalou mercados financeiros pelo mundo na sexta-feira (26/11). Bolsas de valores, câmbio, criptomoedas, juros futuros e preços de commodities, especialmente o petróleo, foram afetados e operaram em queda.

Às 11h58, o Ibovespa, índice de referência para a Bolsa de Valores brasileira, recuava 3,64%, a 101.957. O dólar comercial avançava 0,61%, a R$ 5,5990. Na máxima do dia, a divisa chegou a saltar 1,38%, a R$ 5,6424. As commodities mais importantes para o mercado brasileiro também sofreram o impacto, com destaque para a forte queda do petróleo.

Nos Estados Unidos, os índices Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq caíram 2,55%, 1,37% e 1,32%, respectivamente. O mercado de criptomoedas também sentiu o impacto e o bitcoin afundou 7,73%, a US$ 54.633,05 (R$ 304.491,84).

Os juros futuros também tiveram queda no Brasil e nos Estados Unidos devido à expectativa de que uma nova onda de contaminações atrase a retomada econômica. Na Ásia, o mercado de ações em Tóquio caiu 2,53%. A Bolsa de Hong Kong cedeu 2,67%. O índice CSI300 (Xangai e Shenzhen) recuou 0,74%.

Os cientistas avaliam que a nova variante tem uma combinação atípica de mutações e pode ser capaz de evitar respostas imunológicas e, por isso, seria mais transmissível que a variante Delta.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.