Ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (Podemos). Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O ex-juiz e pré-candidato à presidência da República, Sérgio Moro (Podemos) tem se empenhado em construir uma imagem de que tem propostas firmes na economia. Nesta terça-feira (23) o candidato foi ao Senado Federal discursar contra a PEC dos Precatórios. A entrevista coletiva foi concedida ao lado dos parlamentares do Podemos em defesa da PEC 41/2021, proposta elaborada pelo senador Oriovisto Guimarães (PR) como alternativa à PEC 23.

“Quando se fala em aumento de juros, as consequências são recessão, isso significa menores salários e desemprego. O Podemos não pode compactuar com o desemprego dos brasileiros. É possível conciliar responsabilidade social com responsabilidade fiscal”, afirmou.

Os nove senadores do Podemos fecharam questão contra a PEC dos Precatórios e a favor da proposta do senador Oriovisto.

Moro vem chamando a PEC dos Precatórios de “PEC da recessão”. Segundo ele, a eventual aprovação vai fazer com que o País perca ainda mais credibilidade fiscal e investimentos, gerando um cenário de prejuízos aos cidadãos, com inflação e juros mais altos e aumento do desemprego.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.