Na edição desta segunda-feira (15) do programa Elite Parlamentar, a Arko Advice entrevista o deputado Paulo Ganime (RJ), líder do Novo na Câmara dos Deputados. Ele critica a PEC dos precatórios e diz que há risco da Câmara reverter eventuais mudanças feitas pelo Senado, como no trecho que altera a forma de cálculo do Teto de Gastos.

“Tentamos alterar esse ponto via destaque na Câmara e não conseguimos. Então é provável que, se houver mudança no Senado, que a Câmara reverta. Ainda assim, é um cenário muito incerto”, avalia.

Ele relata que o Novo tem se distanciado cada vez mais do governo uma vez que Bolsonaro deixou de lado a defesa à pauta liberal.

“Quando o governo está defendendo uma pauta liberal, o que é cada vez menos frequente, a gente apoia. Agora quando o governo quer fazer algo que compromete a responsabilidade fiscal, vai contra o liberalismo econômico e contra o combate à corrupção, a gente se distância. Um exemplo foi a PEC dos precatórios”, argumenta.