Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

A Caixa começa a pagar nesta quarta-feira (17) a primeira parcela do Auxílio Brasil, à beneficiários do antigo Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) de final 1.Os pagamentos do novo benefício devem ocorrer sempre nas últimas semanas de cada mês e de acordo com o dígito final do NIS.  

Beneficiários do antigo programa não precisarão se recadastrar, já que o Auxílio Brasil usará a mesma base de dados do Bolsa Família. No entanto, em alguns casos, será necessário ir aos Centros de Referência e Assistência Social (Cras) para atualizar os dados.

Inicialmente receberão o benefício cerca de 14,5 milhões de famílias já cadastradas ano antigo programa social. Mas o governo trabalha para viabilizar a extensão do benefício a cerca de 3 milhões de famílias para zerar a fila do benefício, após determinação do STF. O valor médio a ser pago em novembro é R$217,18. 

Informações sobre valores e datas de depósito podem ser conferidas pelos aplicativos Auxílio Brasil e Caixa Tem. 

Quem pode receber?

Para receber o Auxílio Brasil, as famílias precisam comprovar situação de vulnerabilidade, estando no grupo de pessoas em situação de extrema pobreza (renda per capita de até R$100) e em condição de pobreza (renda per capita de até R$200). 

Além dos valores, os beneficiários poderão receber bonificações caso consigam ingressar no mercado de trabalho ou tenham um filho que se destaque em competições esportivas, científicas e/ou acadêmicas.