Presidente da Câmara, dep. Arthur Lira (PP-AL). Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Hoje, a reforma administrativa se encontra parada aguardando análise no Plenário da Câmara dos Deputados. De acordo com o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), o não avanço da medida deve-se a falta de apoio do próprio governo.

“Guedes tem que mobilizar o governo para decidir se quer ou não ajudar na reforma administrativa. Por enquanto não noto na sociedade civil nem no governo uma disposição de enfrentar esse assunto”, reclamou em entrevista à CNN.

A avaliação da oposição é de que o texto ainda não foi votado por não ter segurança da aprovação. Para passar na Câmara, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020 precisaria de 308 votos. “Nossa aposta é continuar a mobilização para nem ir a votação, e se for, ser derrotada”, afirmou o líder do PT na Câmara, deputado Bohn Gass (RS).


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.