Reforma Tributária: não temos compromisso com erros, diz Guedes
Ministro de Estado da Economia, Paulo Roberto Nunes Guedes. Foto: Anderson Riedel/PR

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participou de um debate sobre economia verde promovido pelo Governo Federal no estande brasileiro da COP26, que é realizada em Glasgow, na Escócia. Ele defendeu o protagonismo do Brasil na implementação de políticas públicas para a preservação ambiental.

Guedes ressaltou que as nações avançadas olham para o fluxo anual de poluição, que é a quantidade de poluentes liberados na atmosfera a cada ano pelos países. Nesse cenário, os Estados Unidos são responsáveis por 15% do fluxo anual de poluição, a União Europeia, 14%, a China, 30%, a Indonésia, 5% e o Brasil, 1,7%. De acordo com o ministro, para conter essa poluição, os países propõem a punição por meio de impostos.

A posição do Brasil é de que os demais países reconheçam aqueles que preservaram, e passem a remunerar quem manteve suas florestas em pé. O ministro levou o assunto para a Indonésia e a Índia, países que junto com o Brasil irão presidir o G20 nos próximos anos. A ideia é que os três países passem a defender a posição de forma conjunta.

Segundo ele, o Governo Federal vem desenvolvendo algumas ideias, como a captação de recursos de bancos públicos, principalmente do Banco dos Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, para investimentos em infraestrutura verde. De acordo com o ministro, o Banco dos Brics está disponibilizando US$ 2,5 bilhões para ações de infraestrutura sustentável, bioeconomia, saneamento e medidas que possam reduzir os poluentes e estimular a preservação dos recursos naturais.

O ministro da economia citou ainda o exemplo do Governo Federal com a criação da Cédula Verde, que estimula o produtor rural a produzir ao mesmo tempo que preserva e passa a receber pagamento por serviços ambientais, alcançando assim uma renda extra. O instrumento permite que empresas interessadas em amenizar suas emissões de gases de efeito estufa adquiram os títulos mediante o compromisso do produtor em manter a área conservada.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.