Foto: Isac Nóbrega/PR

Pesquisa Ipespe divulgada hoje (3) sobre o governo Jair Bolsonaro aponta que a avaliação negativa (ruim/péssimo) é de 54%. O índice é um ponto percentual abaixo do registrado na sondagem de setembro.

A avaliação positiva (ótimo/bom) está em 24%, um ponto a mais que o índice verificado na pesquisa anterior. A avaliação regular oscilou de 20% para 18%. As variações estão dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A desaprovação do governo pode ser atribuída, majoritariamente, à economia. Segundo o Ipespe, 67% dos entrevistados avaliam que a economia “está no caminho errado”. Apenas 24% consideram que a economia “está no caminho certo”.

Apesar da maioria dos entrevistados desaprovar o governo, vale registrar que o presidente Jair Bolsonaro ainda preserva cerca de 1/3 do eleitorado ao seu lado. Assim, existe a expectativa que, a partir da criação do Auxílio Brasil, a popularidade de Bolsonaro melhore.

No entanto, temas como a inflação, principalmente em itens como alimentos e combustíveis, são desafios importantes e que podem limitar o efeito positivo do novo programa social na popularidade do presidente.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.