Divulgação

O secretário de Assuntos Econômicos Internacionais do Ministério da Economia, Erivaldo Gomes, participou nos dias 13 e 14 de setembro, de uma reunião com os vice-ministros de Finanças e Bancos Centrais do G20, realizada na Itália, em Nápoles. Atualmente o G20, que reúne as principais economias do mundo, é presidido pela Itália.

Foram discutidas as perspectivas econômicas globais, o andamento de iniciativas em saúde e relativas à tributação internacional, além do apoio financeiro a países vulneráveis. A pauta do encontro também incluiu propostas para a transição dos países para a economia verde, políticas para finanças sustentáveis e de recuperação econômica, com destaque para o aumento da produtividade e a alavancagem do financiamento de infraestruturas.

Gomes celebrou a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) por estar construindo um acordo importante de tributação internacional da economia digital. Segundo o secretário, outras ações da organização também precisam ser implementadas para lidar com os desafios fiscais trazidos pela pandemia, que podem prejudicar alguns países na sustentabilidade da dívida e ao alcance das metas da Agenda 2030.

O secretário também destacou a necessidade de se alcançar resultados equilibrados, com redução das desigualdades e aumento da receita dos países em desenvolvimento. Dentre outras propostas, defendeu a manutenção das medidas do Combate à Erosão da Base Tributária e à Transferência de Lucros (BEPS), já em vigor.

O representante do Ministério da Economia destacou que soluções baseadas no mercado promoverão os resultados mais concretos e acessíveis, tanto para o meio ambiente quanto para a inclusão social e econômica. “Além de salvar o planeta, é primordial oferecer oportunidades para pessoas e empresas desenvolverem suas atividades com tecnologias mais limpas”, defendeu.