Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na última quinta-feira (9) que a parceria com a China é essencial para a gestão adequada da pandemia no Brasil. E ressaltou que parte das vacinas contra covid-19 aplicadas no país tem insumos do país asiático.

A declaração foi dada durante reunião virtual de líderes do Brics, bloco composto por Brasil, China, Rússia, Índia e África do Sul. O presidente da China, Xi Jinping, participou da cúpula, junto com Vladimir Putin (Rússia), Cyril Ramaphosa (África do Sul) e Narendra Modi (Índia).

A fala pontua uma mudança de postura de Bolsonaro. Em outros momentos da pandemia, o presidente criticou a Coronavac, vacina desenvolvida na China, e insinuou que o país poderia ter desenvolvido o vírus de forma proposital. Na reunião do Brics, entretanto, o presidente elogiou a relação com a China, o principal parceiro comercial do Brasil.

Bolsonaro também lembrou que, em 2019, teve a oportunidade de se reunir pessoalmente com Xi Jinping, em Brasília, durante a cúpula dos Brics. “Esta parceria se tem mostrado essencial para a gestão adequada da pandemia no Brasil, tendo em vista que parcela expressiva das vacinas oferecidas à população brasileira é produzida com insumos originários da China”, disse.

Bolsonaro também destacou pontos de convergência com os demais países do bloco. Em relação à Índia, o presidente destacou a parceria na área de ciência e tecnologia, energia e saúde. Bolsonaro disse ainda que Brasil e Rússia têm importante cooperação em ciência e tecnologia e afirmou que o Brasil tem interesse em ampliar as exportações ao país. Hoje, as exportações do Brasil para a Rússia estão ligadas, basicamente, ao agronegócio.

“Juntos, temos contribuído para desenvolver dinâmica própria de coordenação em favor do fortalecimento do Brics. Nossos laços humanos e nossas similaridades tornam o diálogo fluído e natural em temas como defesa, ciência e tecnologia, meio ambiente, comércio e investimentos, entre outros. O que se reflete em nossos entendimentos no Brics”, disse Bolsonaro sobre a relação com a África do Sul.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.