Ministros do G20 divulgam declaração identificando 12 ações para acelerar a transformação digital
Foto: iStock/Getty Images

Pelo terceiro ano consecutivo, Brasil é um dos países que mais avança em competitividade digital. Um estudo realizado em 2021 pelo Centro Europeu para Competitividade Digital analisou 137 países em relação à dimensão Ecossistema e à dimensão Mindset, levando em consideração políticas, programas e ações adotadas entre 2018 e 2020.

Entre os integrantes do G20, o Brasil foi o terceiro país que mais avançou no ranking global, ficando atrás apenas da China e da Arábia Saudita. Na dimensão Ecossistema, ficou em 2º lugar, atrás da Arábia Saudita. Já em relação a América Latina e Caribe, o Brasil aparece em 1º lugar na dimensão Ecossistema e em 2º lugar no ranking geral, atrás do Uruguai.

O estudo apontou quatro ações da Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade (Sepec/ME) como políticas que contribuíram para o sucesso do país, como o Marco Legal de Startups, os programas InovAtiva Brasil e StartOut Brasil e o Comitê de Startups.

De acordo com o secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, a competitividade digital tem sido um dos principais focos da equipe econômica. Segundo ele, o Brasil já avançou muito em medidas que contribuem para a digitalização do empreendedor, e o resultado do ranking é fruto dessas mudanças.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.